Cabo Verde no top 100 do ranking mundial de Ecossistemas de Inovação

Cabo Verde entra pela primeira vez no top 100 do Ranking Mundial de Ecossistemas de Inovação para Startups e no TOP 10 no Continente Africano.

A Startup Blink, sedeada em Israel, dedica-se ao mapeamento de ecossistemas globais de startups e inovação. O Relatório Global de Rankings da StartupBlink 2020 é baseado em um algoritmo desenvolvido nos últimos cinco anos, resultando em um dos rankings mais abrangentes de ecossistemas de startups e inovação do mundo. Os resultados são compostos por várias fontes e o algoritmo leva em consideração um banco de dados geográfico de dezenas de milhares de startups, aceleradores e espaços de coworking, entre outras entidades, que aparecem no mapa global listando na sua totalidade 1.000 cidades e 100 países.

Os três primeiros lugares do ranking mundial são ocupados por Estados Unidos, Reino Unido e Israel respetivamente. Quanto aos Países de Língua oficial Portuguesa, há apenas lugar para 3 países: o Brasil ocupa o 20o lugar, Portugal o 31o e Cabo Verde o 91o lugar, sendo o único País Africano de Língua Oficial Portuguesa listado neste ranking internacional. No que diz respeito ao continente Africano, os três primeiros lugares são ocupados pela África do Sul (52o a nível global), Quénia (62o a nível global) e Ruanda (65o a nível global), Cabo Verde ocupa a 10o posição no Continente Africano.

Para o Secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes, “estar presente pela primeira vez no ranking mundial é um orgulho para todos os Cabo-Verdianos e é uma prova clara dos esforços das nossas startups, dos nossos jovens e deste Governo. Temos o talento e ambição de chegar longe, queremos transformar Cabo Verde em uma referência mundial no sector da Inovação. Queremos que a vontade e o engenho dos nossos jovens e também da nossa Diáspora possam continuar a acompanhar-nos nesta caminhada. Chegou o tempo de ser digital e Cabo Verde vai continuar a trabalhar para merecer o destaque que nos feito neste ranking e nos próximos rankings que avaliem positivamente os esforços do nosso País”.

De acordo com o relatório da Startup Blink, Cabo Verde tem “uma comunidade nova e enérgica de empreendedores locais a formar-se nas Ilhas e está a gerar inovações de alta qualidade com potencial para expandir regional e globalmente. Conhecemos a delegação de empresários de Cabo Verde na Web Summit de 2019 e podemos confirmar que cada um deles é um campeão de pitching, com um futuro brilhante pela frente. Cabo Verde desfruta de uma localização geográfica estratégica que será alavancada no futuro para criar infraestruturas a um nível global entre África, Américas e Europa.”

Para mais informações sobre o relatório pode visitar a página www.startupblink.com e a página www.digital.cv